DestaqueNotíciasTaboão da Serra

Governador Tarcísio de Freitas assina aditivo com Grupo CCR para extensão da Linha 4-Amarela até Taboão da Serra

Estação será construída em terreno da antiga Sorana Sul e será a primeira fora da capital paulista

 

A construção da Estação Taboão da Serra do Metrô está cada vez mais próxima de sair do papel. Na última segunda-feira, 10 de junho, o Governador do Estado de São Paulo, Tarcísio de Freitas, esteve na Nova Sede Administrativa da Prefeitura de Taboão da Serra, na antiga Niasi, para assinatura do termo aditivo com o Grupo CCR – ViaQuatro para elaboração dos estudos de viabilidade e dos projetos executivos da extensão da Linha 4-Amarela de Metrô, de Vila Sônia a Taboão da Serra.

A solenidade contou com a presença do Prefeito Aprígio, da primeira-dama e vereadora Luzia Aprígio, do Deputado Estadual Dr. Eduardo Nóbrega, do secretário executivo de Parcerias em Investimentos do Estado, André Isper, do secretário de Transportes Metropolitanos, Marco Antonio Assalve, dos vereadores Celso Gallo, Enfermeiro Rodney, Anderson Nóbrega, Nezito e Alex Bodinho, além de secretários municipais, prefeitos da região e outros deputados estaduais e federal.

O prefeito Aprígio agradeceu ao Governador Tarcísio de Freitas pelo trabalho sério que garantirá a chegada do Metrô até a cidade. “Há muito tempo escutávamos a história de que Taboão da Serra teria Metrô. Enquanto era Deputado Estadual, descobri que nem havia projeto executivo, e agora, com o Governador Tarcísio de Freitas no comando do Estado, o qual agradeço imensamente, o Metrô será construído aqui na antiga Sorana Sul, garantindo mais mobilidade urbana e desenvolvimento para Taboão da Serra e toda a nossa região”, declarou o prefeito Aprígio.

A Estação Taboão da Serra do Metrô será a primeira fora da capital paulista. Ela será implantada na antiga concessionária de veículos Sorana Sul, localizada às margens da Avenida Aprígio Bezerra da Silva (antiga BR-116), no Parque Santos Dumont. A obra também contemplará um terminal de ônibus para embarque e desembarque de usuários e a construção de um túnel subterrâneo para a passagem de pedestres.

Na último dia 3 de junho, a Prefeitura de Taboão da Serra e o Governo do Estado firmaram convênio visando a conjugação de esforços para a implantação do projeto de extensão da Linha 4-Amarela do Metrô até o município.  Com o convênio, a Prefeitura permite ao Governo Estadual a ocupação de duas áreas no terreno da Nova Sede Administrativa Municipal, onde serão construídos os poços secantes, um edifício para apoio técnico e operacional e parte da saída de emergência e ventilação da linha.

“É um passo importante que damos com a celebração de mais um compromisso de expansão do metrô, levar o serviço para fora da cidade de São Paulo e atender a região metropolitana. Vamos interligar outras linhas para a população poder acessar a Linha 9 de trens e as Linhas 1, 2 e 3 do Metrô. O sistema vai ficando mais interligado e, quanto mais interligação, mais passageiros a gente traz para o sistema. Isso é fundamental para a mobilidade urbana em um sistema de alta capacidade muito mais eficiente”, afirmou o Governador Tarcísio de Freitas.

Além da Estação Taboão da Serra, será erguida a estação Chácara do Jockey, em São Paulo. Segundo o Governo Estadual, ambas serão construídas e entregues ao mesmo tempo. Com investimento estimado em R$ 3,4 bilhões, o projeto prevê a extensão da Linha 4-Amarela com mais 3,3 km, o que vai beneficiar cerca de 90 mil passageiros por dia.

A previsão do Governo do Estado é que a construção comece ainda neste ano, com previsão de operação do trecho até Taboão da Serra em 2028. Durante as obras, aproximadamente 3 mil empregos, diretos e indiretos, serão gerados.

 

Municipalização

A Municipalização do trecho de Taboão da Serra da então Rodovia Régis Bittencourt (BR-116), hoje Avenida Aprígio Bezerra da Silva, possibilitou que o projeto de expansão até da Linha 4-Amarela fosse viabilizado e a estação seja instalada realmente em Taboão da Serra e não nos limites entre o município e a capital.

Como recordou o Deputado Estadual Dr. Eduardo Nóbrega, uma vez que passada a administração da via para a Prefeitura, não é mais necessário pedir licenças e autorizações ao Governo Federal e à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), o que poderia retardar ou inviabilizar o processo.

“Estamos hoje fazendo parte da história, para que isso pudesse acontecer, precisava estar no comando da Prefeitura de Taboão da Serra um homem sério, honrado e tão visionário, esse é o Aprígio. Por isso, hoje meu coração pula de alegria. Nos teremos agora, graças ao Governador Tarcísio de Freitas e ao prefeito José Aprígio, o Metrô em Taboão da Serra”, declarou o Deputado Estadual Dr. Eduardo Nóbrega.

 

*CRÉDITO: IAN DE FREITAS – SECOM/PMTS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *