DestaqueNotícias

Governo de SP repassa R$ 11,9 milhões para reforçar atenção básica em saúde em Taboão da Serra e região

Governador Tarcísio de Freitas autoriza repasse imediato e em parcela única de recursos de programa de incentivo à gestão municipal

 

O Governo de SP assinou na última sexta-feira, dia 21, a autorização para o repasse antecipado de R$ 11,9 milhões do programa IGM SUS Paulista – Incentivo à Gestão Municipal para as cidades de Taboão da Serra, Embu das Artes, Itapecerica da Serra, Embu-Guaçu, Juquitiba, São Lourenço da Serra, Cotia e Vargem Grande Paulista. Os valores que seriam efetuados em agosto e novembro deste ano chegam aos oito municípios da região em parcela única para reforçar o investimento na atenção básica.

Juntas, as oito cidades do Conisud receberão R$ 11.904.043,59. Taboão da Serra será o município que receberá o maior repasse com R$ 2.806.284,10. Seguido por Embu das Artes (R$ 2.578.723,78); Cotia (R$ 2.300.307,44); Itapecerica da Serra (R$ 1.558.702,32); Embu-Guaçu (R$ 1.210.351,18); Juquitiba (R$ 686.110,82); Vargem Grande Paulista (R$ 491.985,27) e São Lourenço da Serra (R$ 271.578,68).

O incentivo visa fortalecer a promoção, a proteção e a prevenção em saúde no estado. “Estamos celebrando mais uma liberação de recursos. Um dinheiro que vai para a atenção básica através do IGM SUS Paulista. Esse ano está sendo um ano de muita pressão, tivemos a da dengue, que pressionou lá atrás e a gente antecipou recursos. E agora estamos antecipando da tabela fixa R$ 412 milhões”, afirmou Tarcísio de Freitas. “E observe, o dinheiro já está na conta”, ressaltou o governador.

IGM SUS Paulista

O IGM SUS Paulista é um programa de incentivo criado pela gestão Tarcísio de Freitas para elevar os repasses estaduais aos municípios para serviços públicos de saúde com o compromisso de as prefeituras cumprirem indicadores assistenciais importantes, como cobertura vacinal, prevenção da mortalidade infantil, controle de câncer de colo de útero, pré-natal, controle de hipertensão e diabetes, além de controle de arboviroses urbanas.

Impulsionado pelo projeto de regionalização da Saúde no Estado, o IGM SUS Paulista também eleva os repasses estaduais para a saúde dos municípios paulistas em relação aos anos anteriores, passando de R$ 4 per capita para valores que vão de R$ 15 a R$ 40, e otimiza a atenção básica ao dar maior suporte financeiro para as regiões se estruturarem e organizarem suas demandas.

Confira os valores do adiantamento do IGM SUS Paulista aos oito municípios do Conisud:

– Cotia R$ 2.300.307,44

– Embu das Artes R$ 2.578.723,78

– Embu-Guaçu R$ 1.210.351,18

– Itapecerica da Serra R$ 1.558.702,32

– Juquitiba R$ 686.110,82

– São Lourenço da Serra R$ 271.578,68

– Taboão da Serra R$ 2.806.284,10

– Vargem Grande Paulista R$ 491.985,27

 

*informações e foto: Governo do Estado de São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *